No sertão baiano, 438 km percorridos em prol da Educação

Compartilhamos o relato de Ítala Kelly, da LBV em Salvador/BA, que participou de uma ação solidária em Uauá.

A LBV supera todos os obstáculos para levar a sua doação a quem mais precisa neste momento de pandemia.

Desde março de 2020, ou seja, desde que a crise sanitária da Covid-19 teve início, estamos recebendo — e compartilhando com você — muitos depoimentos emocionantes sobre a importância deste atendimento, de Norte a Sul do país.

Desta vez, trazemos o relato de Ítala Kelly, assessora de comunicação da LBV em Salvador/BA, que participou das entregas de kits pedagógicos na cidade de Uauá. Lá, 53,8% da população ocupada recebe meio salário-mínimo por mês.

Ítala Kelly
No dia 11 de julho, partimos às 5 horas da manhã da unidade da LBV em Salvador/BA rumo ao sertão, mais precisamente ao município de Uauá, a fim de entregar 400 kits de material pedagógico a estudantes de escolas localizadas em bolsões de pobreza.

Ítala Kelly    
O calor do sol estava tão forte que, mesmo dentro do automóvel, sentíamos os seus efeitos e muito mormaço. O veículo balançava bastante em meio às pedras da estrada de terra, mas nada nos impediu de cumprir a missão do dia.

Ao completar o trajeto, percebemos que o ambiente tinha sido decorado com carinho e capricho para receber as crianças, que estavam há mais de um ano sem frequentar presencialmente o colégio. Elas foram passando pelos portões e cochichavam, muito tímidas, sobre os itens que ganharam. Dava para ver o brilho no olhar de cada uma e notar os sorrisos escondidos atrás das máscaras. 
 

Ítala Kelly    
Ítala Kelly    

Posteriormente, fomos para o segundo povoado, Bendegó da Pedra. Lá, na Escola Castro Alves, encontramos a menina Isabel Andrade Dias, de 8 anos, que revelou a saudade das aulas presenciais, dos seus “amigos, da professora, de ler, de estudar” e a vontade de ser médica “para cuidar das pessoas”. Curiosamente, esse era o sonho da maioria dos alunos, talvez por causa da dificuldade de suas famílias acessarem os serviços de saúde onde vivem. 

Ítala Kelly    

Ficamos dois dias em Uauá para conseguir visitar os povoados para os quais tínhamos nos programado.

Ítala Kelly
Em Sítio do Tomás, a mãe Leidiane de Almeida recebeu kits para os dois filhos, Ralf, de 10 anos, e Riquelme, de 11, e contou que passam grandes adversidades, principalmente por conta da pandemia, porque trabalha só para sustentar os filhos e não sobra dinheiro para comprar materiais como esses que eles receberam da LBV. Outras mães igualmente destacaram que o benefício é um incentivo à educação das crianças e as ajuda a não se sentirem esquecidas no mundo.

Ítala Kelly    

A você, que investe em nosso trabalho, o nosso sincero agradecimento. O seu gesto solidário alimenta e protege muitas famílias.

Para acompanhar outras ações sociais, siga a @LBVBrasil nas redes sociais.

+ Instagram
+ Facebook
+ Youtube

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas