LBV e o desafio das aulas remotas

Nossos educadores preparam atividades mensais para que os atendidos tenham um pouco da LBV em seu dia a dia.

Nossa Rede de Ensino, obedecendo às determinações dos governos locais, suspendeu temporiariamente suas aulas presenciais.

Diante deste inesperado cenário de pandemia mundial, as Escolas da LBV (localizadas no Rio de Janeiro/RJ; em São Paulo/SP; Curitiba/PR; Belém/PA; Brasília/DF) adaptaram seus conteúdos e atividades, promovendo videoaulas para que os estudantes acompanhem pelo celular ou computador de suas casas, protegidos.

As videoaulas respeitam a faixa etária dos estudantes e carregam todo o cuidado presente no trabalho educacional da Entidade, que é norteado pela Pedagogia do Afeto e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico, linha educacional criada pelo educador Paiva Netto. 

“Nossos alunos levaram conteúdos preparados pelos professores para [os estudos] não pararem. Neste momento, estamos colaborando para que não haja a amplição desse raio em que a doença pode chegar, conversamos com as famílias sobre isso”, disse Suelí Periotto, supervisora da Pedagogia do Afeto e da Pedagogia do Cidadão Ecumênico, da LBV, e doutora em Educação pela PUC-SP. 

Vivian R. Ferreira

O desafio não é fácil — mas é, ao mesmo tempo, bastante motivador. Os professores precisam reter a atenção do aluno e produzir um material de qualidade, sem deixar de lado o fundamento de todo o conteúdo da LBV, que é unir Cérebro e Coração.

“Nós, professores, temos nos reinventado na elaboração de aulas, seja gravando, editando vídeoaulas ou atendendo os alunos, estando cada dia mais conectados. (…) Pensando na dificuldade da minha disciplina, tento acolher meus alunos, com muito carinho, afeto, trazendo ainda mais segurança para eles. Nesse período, a falta desse contato físico tem me afetado enquanto profissional, mas acredito que isso é passageiro. Em breve, estaremos juntos nas aulas presenciais”, explica Carolina Gato Estácio, professora de Matemática do Conjunto Educacional Boa Vontade, em São Paulo/SP. 

Vale destacar que os estudantes que não possuem computadores estão utilizando o aparelho celular para este fim pedagógico. Além disso, nossa Equipe Multidisciplinar tem preparado videoaulas personalizadas para alunos com diagnósticos diversificados, que pedem uma atenção ainda maior, presencial e ainda mais virtualmente. 

O que os alunos têm a dizer sobre as aulas remotas?

A resposta não poderia ser mais positiva. Apesar das dificuldades iniciais, nossos estudantes estão aprovando este novo formato de aula. 

“A experiência das aulas remotas tem sido bastante desafiadora. Novos formatos exigem inovação e esse novo método exige muita discplina e organização, além da que já estávamos habituados. Para mim, o maior desafio tem sido a falta do ambiente escolar, dos amigos e dos professores. Temos roteiros super detalhados, seguidos de checklists, videoaulas dinâmicas, disponivilidade de simulados para vestibular”, conta a aluna Kaylane Machado.

No primeiro vídeo deste texto, a partir dos três  minutos, você pode conferir depoimentos de outros alunos.

Além do conteúdo pedagógico, a LBV está trabalhando na prevenção ao novo coronavírus com os alunos, suas famílias, adotando outras medidas importantes.

“(…) E uma ação que tem comovido essas famílias: nosso querido Irmão Paiva determinou que todas recebessem alimentos, porque sabemos que é algo inesperado e as crianças precisam comer. A Legião da Boa Vontade tem fortalecido suas campanhas, pedindo que a população nos ajude para que possamos manter todo esse trabalho”, disse Suelí Periotto.

E nos Centros Comunitários de Assistência Social?

Nas nossas 73 unidades, as atividades presenciais e visitas também estão suspensas.

Ainda assim, nossos educadores todo mês preparam atividades para que as crianças, os adolescentes e os idosos possam fazer em casa e, assim, terem um pouco da LBV em seu dia a dia. Afinal, são muitos os recadinhos de saudade que recebemos e compartilhamos do mesmo sentimento.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Solidariedade | Mundo Melhor (@lbvbrasil) em

“Nossos educadores sociais promoveram uma pesquisa com as famílias assistidas, [para saber] se elas tinham acesso à internet. A partir daí, estão produzindo atividades não presenciais, utilizando o recurso de vídeos, com as temáticas de artes, brincadeiras e jogos, música, dança e datas comemorativas”, esclarece Teresa Franco, gestora social da LBV no Recife.

As devolutivas, assim como em nossas Escolas, são muito animadoras!

“As crianças têm nos concedido devolutivas maravilhosas. Elas realizam as atividades vestidas com o uniforme da LBV e nos enviam fotos ou vídeos com a realização das ações propostas pelos nossos educadores, tem havido uma grande interação. É bastante desafiador, contudo utilizamos maravilhosas ferramentas tecnológicas para o fortalecimento do vínculo com os nossos assistidos”, completa Teresa.

Em Vitória, capital capixaba, por exemplo, os familiares e responsáveis levaram kits lúdicos para casa, além de uma cesta de alimentos e kits de limpeza e higiene, que ajudam a amenizar os impactos da pandemia.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Solidariedade | Mundo Melhor (@lbvbrasil) em

Além da suspensão temporária das atividades, a LBV implementou várias medidas preventivas visando garantir a segurança e preservação da saúde de seus colaboradores internos, voluntários e, principalmente, dos atendidos.

Olha só a atividade que a Tayla Francine, de 8 anos, lá de São José dos Campos/SP, preparou em uma das atividades:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Solidariedade | Mundo Melhor (@lbvbrasil) em

JOVEM APRENDIZ

O programa Aprendiz da Boa Vontade, da LBV, prepara jovens para o mercado de trabalho. E neste momento da pandemia também está com as atividades presenciais suspensas.

No mês de julho realizamos um seminário muito importante trazendo temas da atualidade, mas principalmente ouvindo o anseio deles diante desse cenário onde o desemprego subiu e as chances de arrumar um trabalho diminuiram.

Mas nossos profissionais estão atuando diariamente com eles para que não percam a esperança e se preparem ainda mais.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Solidariedade | Mundo Melhor (@lbvbrasil) em

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas