Corpo em movimento contra o sedentarismo

Educadores da LBV redobram esforços para melhorar o desempenho dos educandos.

A reportagem a seguir foi publicada originalmente na revista BOA VONTADE nº 262, de agosto de 2021. Boa leitura!


Avaliações realizadas pelos professores de Educação Física do Conjunto Educacional Boa Vontade, em São Paulo/SP, com alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, considerando habilidades motoras, e com estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental à 3a série do Ensino Médio, medindo as capacidades físicas, verificaram uma enorme defasagem nesses quesitos em consequência do distanciamento social tão necessário para evitar o contágio da Covid-19.

Vivian R. Ferreira
Para melhorar o desempenho dos educandos, tanto na parte motora quanto na resistência cardiorrespiratória, flexibilidade e força, houve um esforço redobrado dos educadores.

“Todos os conteúdos trabalhados no período remoto têm sido com foco nas atividades práticas, com o objetivo de fazer com que os alunos se mantenham ativos na parte física, cognitiva, psicológica e emocional”, explica a professora Sandra Solato, coordenadora de esportes da escola da LBV na capital paulista.

Segundo ela, “as atividades foram adaptadas para o espaço que os professores possuem em suas casas, demonstrando, assim, que tudo dava para ser realizado pelo aluno no seu lar”.

Conheça as iniciativas:

Público: estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio

Projeto de avaliação física: Praticar esportes (vôlei, caratê, futsal, handebol, basquete; futevôlei, rugby e tênis), jogos (bocha, malha e boliche), além da dança e de exercícios de alongamentos e de ginástica. Para cada um desses conteúdos citados, foram confeccionados materiais alternativos, a exemplo do tênis, no qual a raquete era de papelão, as bolas de papel ou de meia; entre outros objetos. Tudo para que essas práticas pudessem ser realizadas em casa.

Arquivo BVProfessora Sandra Solato, coordenadora de esportes da Escola da LBV na capital paulista, une-se a alunos e outro educadores em atividades físicas de forma remota.
Lives: Um momento de alegria e de descontração em que os estudantes podem movimentar o corpo, ativar a mente e interagir com os professores e colegas de sala.

Público: alunos da Educação Infantil

Temas trabalhados: Exercícios voltados para o esquema corporal; coordenação motora global e fina; espaço e tempo; movimentos rítmicos e alongamentos.

Materiais utilizados nas videoaulas: Meias, garrafinhas, lençóis, cadeiras, bancos, cordas de varal, cordas, copos, travesseiro, almofada, pregador, colher, prato, entre outros.

O resultado destas ações?

Arquivo pessoal    
O aluno Wictor Hugo de Jesus Cypriano, da 3a série do Ensino Médio, conta para você:

“Eu percebi que estava mais sedentário, fiquei incomodado com isso, tanto que nas atividades passadas pela escola procurei fazer da melhor maneira possível, até porque é a minha saúde. E comecei a me sentir melhor, porque elas trabalham o nosso corpo, aumentam a capacidade física. [Outro] destaque são as lives, é uma iniciativa maravilhosa, principalmente porque deu para ver quanto os meus amigos se desenvolveram, quanto eles aprenderam apesar desse tempo distante, além de ser uma forma de rever os professores, de saber que meus colegas estão bem, isso me deixa mais tranquilo. Estudar na LBV é uma oportunidade única e incrível.”

Na LBV, o esporte é um grande aliado no processo de ensino–aprendizagem. Por isso, ao incentivar a prática esportiva, promove o espírito de equipe e o sentimento de solidariedade, desenvolvendo ainda a disciplina e atitudes necessárias para a integração social e formação do indivíduo.

As atividades são permeadas pelas Pedagogias do Afeto e do Cidadão Ecumênico, criadas pelo educador Paiva Netto, que aliam à construção do conhecimento a vivência dos bons valores para a formação integral de cada atendido.


Você pode ler outros conteúdos da revista BOA VONTADE nº 262clicando aqui.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas