‘+ 5 dados que comprovam que a pobreza deve ser combatida

Segundo estudo do Banco Mundial, 43,5 milhões de brasileiros — ou 21% de nossa população — estão na pobreza.

O Blog da LBV mostrou, em dezembro de 2018, 5 dados que mostram por que a pobreza deve ser combatida no Brasil.

Agora, nós reafirmamos essa preocupação, apresentando outros 5 números sobre a pobreza no Brasil, coletados em uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 5 de abril, pelo Banco Mundial. O levantamento analisou três indicadores: taxa de desemprego, pobreza e necessidades básicas insatisfeitas (habitação, educação e saneamento).

Shutterstock
1. Segundo o estudo, entre 2014 e 2017, a pobreza no Brasil subiu três pontos porcentuais.

2. Com esse aumento, mais 7,3 milhões de brasileiros passaram a viver com até US$ 5,50 por dia no período — o equivalente a R$ 406 mensais.

3. Os dados do Banco indicam, portanto, que 43,5 milhões de brasileiros — ou 21% de nossa população — estão na pobreza. Na edição 2014 da pesquisa, o porcentual era de 17,9%.

4. Os pesquisadores informaram ainda que as taxas registradas no País e na América do Sul não chegaram a ser uma surpresa. E esse desempenho instatisfatório está intimamente ligado ao índice de desemprego, por exemplo.

5. O Banco Mundial avaliou que o fraco crescimento da América Latina e Caribe afetou os indicadores sociais no Brasil, que possui um terço da população de toda a região.

LBV: presente onde o povo precisa!

A Legião da Boa Vontade atua em dezenas de cidades brasileiras, prestando atendimento de qualidade que abrange de crianças a idosos e se estende a suas famílias.

+ AJUDE A LBV!

Em suas 82 unidades socioeducacionais, entre escolas de educação básica, escola de capacitação profissional, abrigos para idosos e Centros Comunitários de Assistência Social, a Entidade resgata em cada atendido a sua autoestima e transforma para melhor a sua realidade.

Todo o atendimento se soma ao despertar de valores espirituais, éticos e ecumênicos, norteado pela Pedagogia do Afeto e pela Pedagogia do Cidadão Ecumênico, linha educacional criada pelo educador e dirigente da LBV, José de Paiva Netto.

As ações sociais da LBV atendem à legislação e Política Nacional de Assistência Social e enquadram-se, segundo a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, em serviços de proteção social básica (convivência e fortalecimento de vínculos) e proteção social especial de alta complexidade (abrigagem).


* Os dados pertencem ao estudo “Efeitos dos Ciclos Econômicos nos Indicadores Sociais da América Latina e Caribe: Quando os Sonhos Encontram a Realidade”, do Banco Mundial, divulgado em abril de 2019.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas